Início » Estudos Bíblicos » São todos os homens… Filhos de Deus?

São todos os homens… Filhos de Deus?

Por Sidnei Osvaldo Ferreira


INTRODUÇÃO:

Comumente nos deparamos com asseverações humanistas que alegam que todos os homens independentes dos seus credos e crenças são filhos de Deus. Será realmente? Sinceramente não encontramos em nenhum lugar das escrituras sagradas qualquer indicio que ampare ou respalde tais deduções. Na verdade, a bíblia nos revela enfaticamente que Jesus Cristo é o unigênito do pai, ou seja, o único filho de Deus.

E quanto aos homens, o que realmente são perante Deus? Convém ressaltar que são criaturas mui especiais entre toda a criação, pois são os únicos seres que podem vir a desfrutarem da filiação divina, por meio do processo legal da adoção em Cristo Jesus.

A adoção é o meio pelo qual Deus nos legitima genuinamente seus filhos, e tal dádiva somente tornou-se possível devido ao fato de Cristo ter sido enviado ao mundo para se tornar o primogênito entre muitos irmãos – (Rm 8.29). Assim sendo, em consonância com a vontade divina o próprio Jesus não se envergonha de ser chamado nosso irmão – (Hb 2.11). Pois somente através d’Ele, podemos nos tornar verdadeiramente filhos de Deus (Jo 1.12).

A despeito desse maravilhoso fato, descreveu o celebre pensador cristão C. S. Lewis. “O Filho de Deus tornou-se homem para possibilitar que os homens se tornem filhos de Deus”.

Acompanhe com atenção um estudo sobre a adoção divina que visa tão somente esclarecer com deveras seriedade as dúvidas existentes sobre tal assunto.

FILHOS POR ADOÇÃO

TEXTO BÁSICO:

“E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade”. (Ef 1.5).


      I.        A REALIDADE HUMANA SEM A ADOÇÃO DIVINA EM JESUS:

  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DA CARNE:
  •  “Isto é, não são os filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência”. (Rm 9:8).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DO MUNDO:
  •  “… porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz”. (Lc 16:8b).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DA DESOBEDIÊNCIA:
  • “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem à ira de Deus sobre os filhos da desobediência”. (Ef 5:6).
  • “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência”. (Ef 2:2).
  • “Pelas quais coisas vêm à ira de Deus sobre os filhos da desobediência”. (Cl 3:6).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DA PERDIÇÃO:
  •  “… Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse”. (Jo 17:12).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DA IRA:
  •  “Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também”. (Ef 2:3).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DO DIABO:
  •  “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai…”. (Jo 8:44).
  • “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus”. (I Jo 3:10).
  1. SÃO CONHECIDOS COMO FILHOS DE ISRAEL:
  • “E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus”. (Lc 1:16).

    II.        A REALIDADE HUMANA COM A ADOÇÃO DIVINA EM JESUS:

  1. TORNAM-SE FILHOS DE DEUS MEDIANTE O PODER DIVINO.
  •  “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que Crêem no seu nome”. (Jo 1:12).
  1. TORNAM-SE FILHOS DE DEUS MEDIANTE O AMOR DIVINO:
  • “Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele”. (I Jo 3.1).
  1. TORNAM-SE FILHOS DE DEUS MEDIANTE A FÉ EM CRISTO:
  •  “Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus”. (Gl 3:26).
  1. TORNAM-SE FILHOS DE DEUS MEDIANTE A ADOÇÃO:
  •  “Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos”. (Gl 4:5).
  1. TORNAM-SE FILHOS DE DEUS MEDIANTE A TESTIFICAÇÃO DO ESPÍRITO:
  •  “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. (Rm 8:16).

   III.        BENEFÍCIOS DOS FILHOS DE DEUS POR MEIO DA ADOÇÃO:

  1. RECEBEM O ESPÍRITO DE ADOÇÃO –  “ABA, PAI”:
  •  “… mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai”. (Rm 8:15).
  • “E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai”. (Gl 4:6).
  1. RECEBEM A HERANÇA DE FILHOS COM CRISTO:
  •  “E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo”. (Rm 8:17).
  • Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. (Gl 4:7).
  1. RECEBEM A CONFIRMAÇÃO DA FIFLIAÇÃO DIVINA:
  • “Amados, agora somos filhos de Deus…” (I Jo 3:2-3).
  1. RECEBEM A LIBERDADE DE GLORIA:
  • “Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus”. (Rm 8:21). 

  IV.        OS DEVERES DOS FILHOS DE DEUS POR MEIO DA ADOÇÃO:

  1.  DEVERÃO SER GUIADOS POR DEUS:
  •  “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus”. (Rm 8:14).
  1. DEVERÃO VIVER DE MANEIRA IRREPREENSÍVEL E SINCERA:
  • “Para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros filhos de Deus…”. (Fp 2.15).
  1. DEVERÃO PRATICAR A JUSTIÇA:
  • “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus”. (1 Jo 3:10).
  1. DEVERÃO AMAR SEUS IRMÃOS:
  • “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus”. (1 Jo 3:10).
  1. DEVERÃO IMITAR A DEUS:
  • “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados”. (Ef 5:1).

CONCLUSÃO:

A revelação bíblica sobre a adoção divina revela a humanidade o surpreendente amor de Deus por suas “criaturas humanas”, ao ponto de enviar seu unigênito ao mundo para que pudéssemos obter:

  • Vida: “Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos”. (I Jo 4.9).
  • Vida eterna: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (Jo 3.16).

Somente através de Cristo Jesus nos tornamos genuinamente parte da família de Deus:

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus”. (Efésios 2.19).

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Autor(a)

Sidnei Osvaldo Ferreira

Sidnei Osvaldo Ferreira

Pastor presidente da Igreja Batista Evangelizadora, em Paulo Afonso - BA. Formação acadêmica: Teologia, Filosofia e Administração. Casado com a nutricionista Vanessa Cristina e pai de Sidnei Gabriel. Contato virtual: www.facebook.com/pr.sidneyferreira

+ Artigos - facebook

Leia mais...

O voto cristão é para cristão

O voto cristão é para cristão

A cidadania Cristã

A cidadania Cristã

Finanças abençoadas

Finanças abençoadas

As lições do Getsêmani

As lições do Getsêmani


Comentários