Início » Estudos Bíblicos » Nossa intimidade com Deus

Nossa intimidade com Deus

Por Leonardo Pereira


Texto: Salmo 63:1-8

Introdução: Você tem uma conexão íntima com Deus? Deus nos criou com a capacidade emocional e espiritual de ter um relacionamento amoroso e pessoal com ele.
O rei Davi sabia como ter um relacionamento íntimo com o Senhor. Embora ele estivesse longe de ser perfeito, Davi tinha aprendido que só o amor do Pai poderia satisfazer os anseios mais profundos do seu coração (Salmo 63:3).

O rei apaixonadamente buscou a Deus através da oração, do arrependimento, e da obediência. A partir de seu exemplo, você e eu podemos aprender a desfrutar da intimidade com Deus.
I. A relação do homem com Deus.

A. Direta. O Senhor é a autoridade máxima sobre todos e a vida de cada pessoa, mesmo aqueles que se recusam a reconhecer a Sua soberania.

B. Distinta. Se você tem confiança na morte de Jesus na cruz para pagar a divida dos seus pecados, você se tornou um dos filhos de Deus e têm uma relação única com ele.

C. Distante. Às vezes, os filhos de Deus permitem que seu relacionamento com Deus se desgaste. Eles podem ir à igreja, mas não leem a Bíblia fielmente ou não sabem como se relacionar com o Senhor em oração. Como resultado, eles desculpam o pecado em suas vidas e não têm um sentido de unidade com ele.

D. Progressiva. Alguns crentes apaixonadamente buscam relação com Deus em um contínuo e cotidianamente, independentemente das circunstâncias da vida.

III. Requisitos para um relacionamento íntimo com Deus.

A. Um foco espiritual. Para a maioria das pessoas, a palavra “intimidade” está associada principalmente com a sexualidade. Mas comunhão genuína com Deus envolve relacionar com Ele em um nível emocional e espiritual, em vez de físico.

B. Envolvimento pessoal. O Senhor criou os seres humanos à Sua imagem, para que todas as pessoas pudessem relacionar com Ele numa base individual. O Espírito Santo vive dentro de cada crente, dando a cada um a capacidade de desenvolver uma amizade pessoal com Cristo.

C. Confiança. A intimidade não pode existir sem confiança. Se você se recusa a render-se e obedecer a Deus, não pode esperar ter um relacionamento íntimo com ele.

D. Amor. A intimidade com Deus deve ser motivada por amor, não pela obrigação. Lembre-se que Deus nos perdoou em função da morte de Cristo na cruz. Você não tem que ganhar sua afeição. Deixe esse fato motivá-lo livremente e genuinamente dedicar-se a conhecê-lo melhor.

E. Abertura e Transparência. Confessar os pecados e deficiências específicas para o Senhor. Seja honesto com Ele, e a intimidade vai crescer.

F. Comunicação de duas vias. Pedir a Deus para mostrar-lhe como ouvir a Sua orientação para sua vida, e reservar um tempo para ouvi-lo.

G. Tempo e esforço. Você deve dedicar-se a conhecer o Senhor, se você quiser experimentar a plenitude da amizade com ele.

IV. Benefícios da intimidade com Deus.

A. Estabilidade. No meio das tempestades da vida, um relacionamento sólido com Deus é a sua âncora.

B. Segurança. Você pode ter a certeza de que Ele está sempre com você, pronto para ajudar em qualquer situação ou circunstância.

C. Serenidade. A intimidade lhe dá tranquilidade e paz em seu espírito, não importa o que aconteça. Você pode confiar que o Senhor irá guiá-lo através de dificuldade.

D. Sensibilidade. Deus lhe dará maior compreensão espiritual e aumento da consciência para as necessidades dos outros.

V. Barreiras à intimidade.

A. Orgulho. Alguns colocaram a sua confiança em si mesmos e buscam relacionamentos, realizações ou posses, em vez de intimidade com o pai.

B. Rebelião. Quando deliberadamente desobedecemos ao Senhor, não podemos ter intimidade com ele.

C. Pressa. Algumas pessoas nunca encontram intimidade com Deus, porque eles estão sempre impacientes.

Conclusão: Eu oro para que o seu relacionamento com Deus seja caracterizado pela unidade, entrega e alegria. Mas se você não está tendo intimidade com o Senhor, Ele deseja revelar-se de uma maneira pessoal para você. Deixe de lado o orgulho, confesse o seu pecado e rebelião, e dedique-se a um relacionamento com ele. Davi escreveu: “Na tua presença há plenitude de alegria; em sua mão direita há prazeres para sempre” (Salmo 16:11). Só Deus pode satisfazer os anseios mais profundos do seu coração. Reserve um tempo para descobrir a profundidade impressionante de amor de Deus por meio de um relacionamento íntimo com ele.

Pr. Aldenir Araújo
Fonte: Sermão Online

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Leia mais...

O que determina o sucesso?

O que determina o sucesso?

Renovando o sentido de propósito na vida

Renovando o sentido de propósito na vida

Escolhei hoje

Escolhei hoje

A lei da semeadura

A lei da semeadura


Comentários