Início » Estudos Bíblicos » Lições do Mar Morto

Lições do Mar Morto

Por Leonardo Pereira


Introdução:

1. Características do Mar Morto.

a. A sua água é composta por vários tipos de sais, alguns dos quais só podem ser encontrados nesta região do mundo. Em termos de concentração, e em comparação com a concentração média dos restantes oceanos em que o teor de sal, por 100 ml de água, não passa de 3 g, no Mar Morto essa taxa é de 30 a 35 g de sal por 100 ml de água, ou seja, dez vezes superior. A designação de Mar Morto só passou a ser utilizada a partir do século II da era cristã. Ao longo dos séculos anteriores, vários foram os nomes pelos quais era conhecido, entre outras fontes, a Bíblia Sagrada, concretamente alguns dos Livros do Antigo Testamento. Assim, nos Livros Génesis 14,3 e Josué 3,16 aparece com o nome de Mar Salgado. Com o nome de Mar de Arabá aparece em Deuteronômio 3,17 e em II Reis 14,25. Já em Joel 2,20 e Zacarias 14,8 surge como Mar Oriental. Fora da Bíblia Sagrada, Flávio Josefo chamou-lhe Lago de Asfalto e o Talmude designou-o por Mar de Sodoma, Mar de Lot entre outros nomes que ele recebeu. O Mar Morto contém a água mais salgada do mundo. Essa grande quantidade de sal aumenta sua flutuabilidade, e os banhistas boiam facilmente.

2. Motivo para o nome de Mar Morto.

a. O Mar Morto tem esse nome devido a grande quantidade de sal por ele apresentada, dez vezes superior à dos demais oceanos, o que torna impossível qualquer forma de vida – flora ou fauna – em suas águas. Qualquer peixe que seja transportado pelo Rio Jordão morre imediatamente, assim que desagua neste lago de água salgada.

3. Lições do Mar Morto.

I. Deus nos dá amor. Damos amor?

A. Prova do amor de Deus.

1. Ele estava disposto a sacrificar seu próprio filho por nós – João 3:16.

2. Ele fez isso apesar de sermos pecadores, indignos de seu amor – Romanos 5:6-8.

3. Porque Deus nos ama, ele não está querendo que nenhum pereça – II Pedro 3:9.

B. Exortações bíblicas para nos amarmos.

1. Considere o mandamento de Deus para nos amarmos uns aos outros – Mateus 22:37-40.

2. Demonstramos nosso amor a Cristo pela obediência aos seus mandamentos – João 14:15.

3. Se o nosso amor pelos outros é verdadeiro, ele irá se manifestar em ações, não somente em palavras – Tiago 2:15-16.

II. Deus nos dá bênçãos materiais. Damos as bênçãos materiais?

A. Cada bênção das quais nos beneficiamos vem de Deus.

1. Nosso Pai celestial conhece nossas necessidades e provê – Mateus 6:25-34

2. Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto – Tiago 1:17.

3. Somos apenas mordomos do que pertence a Deus – Lucas 16:1-10.

B. Exortações bíblicas para nós darmos.

1. Damos um pouco do que temos sido abençoados de volta para Deus através de nossas contribuições para a igreja – I Coríntios 16:1-2.

2. Espera-se partilhar o que temos para com os necessitados – Mateus 25:31-46.

3. Quando temos oportunidade, devemos fazer o bem a todos os homens – Gálatas 6:10.

III. Deus nos dá a salvação. Damos a salvação?

A. Somos salvos por causa da graça e misericórdia de Deus.

1. A salvação não é algo a ser conquistado, mas é um dom – Romanos 6:23.

2. Somos salvos pela graça. Deus nos deu a salvação, embora nós não merecêssemos – Efésios 2:8.

3. Enquanto nós permanecermos fiéis, a salvação será nossa – I Pedro 1:5.

B. Exortações bíblicas para nós compartilharmos a salvação.

1. Nós damos a salvação para os outros só no sentido de que os outros saibam como eles podem ser salvos.

2. Uma maneira de fazer isso é através das palavras que falamos – I Coríntios 1:21.

3. Nós também influenciaremos os outros pelo exemplo que estabelecemos – Mateus 5:16.

Conclusão:

1. Estamos compartilhando o nosso amor, nossas bênçãos materiais, e nossa salvação?

2. Quando deixamos de fazê-lo, tornamo-nos como o Mar Morto – Romanos 6:23.

Pr. Aldenir Araújo
Fonte: Sermão Online 

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Leia mais...

O que determina o sucesso?

O que determina o sucesso?

Renovando o sentido de propósito na vida

Renovando o sentido de propósito na vida

Escolhei hoje

Escolhei hoje

A lei da semeadura

A lei da semeadura


Comentários