Início » Teologia » A salvação se perde?

A salvação se perde?

Por Sidnei Osvaldo Ferreira


Pode um cristão verdadeiramente nascido de novo perder a salvação? Uns especulam que sim, outros por vez asseguram que não, e assim as polêmicas vão se perpetuando por meio das infindáveis conjecturas humanas. No entanto, para conhecermos realmente a verdade precisamos antes de tudo entender a revelação divina nas escrituras sagradas a despeito da segurança da salvação.

De antemão, esclarecemos por meio da palavra de Deus que uma vez realmente salvo, para sempre salvo. Entretanto, convém ressaltar que são as obras (testemunho/caridades) que testificam sobre a veracidade da nossa fé (Tg 2.14-19). Pois toda arvore se dá a conhecer por meio dos seus frutos (Mt 7.17-20).

Caso haja alguém renegando a fé outrora professada, a bíblia se refere aos tais com as seguintes palavras: “Saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivesses sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos”. (I J0 2.10). Ou seja, os mesmos não perderam a salvação, apenas nunca a tiveram, porque os verdadeiramente salvos perseveram até o fim e vivem em conformidade com a vontade divina.

Vejamos as revelações das escrituras sagradas quanto à segurança da salvação: 

A SEGURANÇA ETERNA DA SALVAÇÃO

 

Deus espera que todos que confiam plenamente em Cristo, isto é, os genuinamente nascidos de novo, desfrutem da segurança eterna: “estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do filho de Deus” (I Jo 5.13).

Essa é a garantia que nele temos: “Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão” (Jo 10. 27-29). A segurança da salvação se baseia na convicção gerada por Deus aos nossos corações por intermédio do seu Espírito e dos ensinamentos de sua maravilhosa palavra. Vejamos…

 I.      OS SALVOS POSSUEM A CONVICÇÃO DA SALVAÇÃO EM CRISTO: 

  • TEMOS A VIDA ETERNA. (Jo 5.24);
  • SOMOS OVELHAS DO BOM-PASTOR. (Jo 10.27-29);
  • DEUS É FIEL. (Fp 1.6; I Ts 5.24);
  • FOMOS SELADOS. (Ef 1.13);
  • SOMOS SONFIRMADOS POR DEUS. (II Ts 3.3);
  • SOMOS TESTIFICADOS PELO ESPIRITO DE DEUS. (Rm 8.16);
  • SOMOS INSEPARAVEIS DE DEUS. (Rm 8.31-39);
  • TEMOS A REDENÇÃO. (Ef 1.13; II Co 1. 21,22).

II.    OS SALVOS CONFIAM NA ABSOLVIÇÃO DIVINA, SOBRE OS MALES DO PECADO: 

  • FOMOS ABSOLVIDOS DA CONDENAÇÃO DO PECADO. (Rm 8.1);
  • FOMOS ABSOLVIDOS DA CULPA DO PECADO. (I Jo 3. 20);
  • FOMOS ABSOLVIDOS DA PUNIÇÃO (SENTENÇA) DO PECADO (Rm 6.23);
  • FOMOS ABSOLVIDOS DE TODA A ACUSAÇÃO DO PECADO. (Rm 8.33);
  • FOMOS ABSOLVIDOS DO DOMÍNIO DO PECADO. (Rm 6.14).

III.   OS SALVOS VIVEM SEGUROS DO MAL POR MEIO DE CRISTO: 

  • GUARDADOS PELO PODER DE DEUS. (I Pe 1.2-5);
  • PROTEGIDOS DO MALIGNO. (II Ts 3.3);
  • GUARDADOS DO MAL. (Jo 17.15);
  • GUARDADOS DO MALIGNO. (I Jo 5.18);
  • ESCONDIDOS EM DEUS. (Cl 3.3);
  • GUARDADOS PELA GRANDEZA DE DEUS. (I Jo 4.4).

IV.   OS SALVOS MANIFESTAM A NOVA NATUREZA DIVINA EM CRISTO. 

  • SÃO COPARTICIPANTES DA NATUREZA DIVINA. (I Pe 1.4);
  • SÃO NOVAS CRIATURAS. (II Co 5.17);
  • VIVEM EM NOVIDADE DE VIDA. (Rm 6. 4b);
  • VENCEM O MUNDO. (I Jo 5.4);
  • NÃO VIVEM NA PRATICA DO PECADO. (I Jo 3.9);
  • NUNCA DESISTEM. (I Jo 2.19);
  • OUVEM A PALAVRA. (Jo 8.47; Jo 10.27-29);
  • OBEDECEM A DEUS. (Jo 8.31; Rm 8.14-16);
  • VIVEM EM AMOR. (Jo 13.35);
  • GERAM FRUTOS. (Mt 7.16-21);
  • PERSEVERAM ATÉ O FIM. (Hb 10.39; I Pe 1.2; Rm 8.29-30).

As escrituras sagradas nos revelam que a salvação é dom de Deus: (Ef 2.8). E os seus dons são totalmente irrevogáveis: (Rm 11.29). Portanto, a salvação não se perde, pois não se trata de um prêmio meritório, mas sim do glorioso propósito da graça (II Tm 1.9).

Evidentemente Deus conhece os que realmente lhe pertence (II Tm 2.19). E esse mesmo Deus é poderoso para guardar o nosso deposito até o fim (I Tm 1.12).

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Autor(a)

Sidnei Osvaldo Ferreira

Sidnei Osvaldo Ferreira

Pastor presidente da Igreja Batista Evangelizadora, em Paulo Afonso - BA. Formação acadêmica: Teologia, Filosofia e Administração. Casado com a nutricionista Vanessa Cristina e pai de Sidnei Gabriel. Contato virtual: www.facebook.com/pr.sidneyferreira

+ Artigos - facebook

Leia mais...

Finanças abençoadas

Finanças abençoadas

As lições do Getsêmani

As lições do Getsêmani

A lei da semeadura

A lei da semeadura

A glória da cruz

A glória da cruz


Comentários